Afinal, no Brasil bebemos uma bela Pilsen?

Afinal, no Brasil bebemos uma bela Pilsen?
redutea
banner redutea
banner redutea


Não existe sextar sem beber uma bela cervejinha, não é Lupulados? E aqui no Brasil isso passa quase sempre por aquela “Loura Gelada”! Famosa e predominante no mercado, as cervejas Pilsen é figurinha carimbada em 10 de cada 10 mesas de 'buteco', certo? E se eu te contar que não. Como assim? A verdade é que você pode ter comprado "gato por lebre” a vida toda e não sabia.

Se formos falar da maneira correta, devemos então falar da cerveja do estilo Pilsner, cerveja originalmente criada na cidade de Pilsen, região da Bohemia, na República Tcheca. Sua primeira versão se deu através da cerveja (excepcional diga-se de passagem) Pilsner Urquell. Isso lá em 1842! Cervejas Pilsner verdadeiras possuem características bem marcantes quanto à aparência, sendo bem douradas e com consistente formação de espuma, aroma, com notas florais bem característica do lúpulo, e um amargor bem mais pronunciado que o que encontramos nas “Pilsen Brasileiras”. 

Os sub-estilos mais tradicionais são Bohemian Pilsner (a Pilsner Urquell, já citada, e Czechvar são dois exemplos) e German Pilsen (marcas como Bitburger e Warsteiner são bem fáceis de achar no mercado). Além disso, suas receitas seguem a Lei de Pureza da Baviera, usando em sua fabricação apenas água, malte, lúpulo e levedura. Mas então, o que todo mundo vai beber nos bares hoje a noite? Praticamente todas as cervejas mainstream (cerveja de massa) rotuladas no mercado de Pilsen não são Pilsen, ou Pilsner. É isso mesmo que você leu. O nome correto de seu estilo é American Light Lager. São cervejas normalmente de corpo mais leve, possuem uma aparência bem clara e muito translúcida, sem formação de espuma, praticamente nenhum amargor e o principal: geralmente são produzidas utilizando cereais não maltados, como milho e arroz.
 
Mas peraí. Isso que você explicou é a diferença entre Pilsen e Lager, não? NÃO! Sendo bem direto ao ponto, a diferença entre Pilsner e Lager é que a primeira, trata-se de um estilo e Lager é uma família de cerveja. Então Pilsner é um estilo de cerveja que pertence à família Lager, e família essa que possui vários outros estilos. Famílias de cerveja dizem respeito ao processo de fermentação usado na produção e temos basicamente Lager (baixa) ou Ale (alta). Tambén temos as Lambic, mas vamos guardar isso pra outro dia. 

Lager então são todos estilos de cerveja que são produzidas e usam baixa fermentação, ou seja, são fermentadas em baixas temperaturas, entre 7 a 15 ºC e durante a maior parte do período no fundo do tanque. Conclusão simples: toda cerveja Pilsner, ou Pilsen, é uma Lager.  Mas nem toda Lager é uma Pilsner. Entendeu?

E aí? Topa um desafio para esse final de semana? E se você fizer uma degustação entre a Pilsen Brasileira (pode ser qual uma: Skol, Brahma, Antártica, Bohemia, etc) e uma Pilsner original. Podem ser dos rótulos gringos já citados, mas também temos versões mineiras, como a Yellow Ledbetter, German Pilsner da Kud (@cervejariakud) ou as Bohemian Pilsner da Prussia Bier (@prussiabier) ou Wals (@walscervejas). Me contam depois aqui nos comentários ou pode me chamar no @maisumlupulo. Bom final de semana e cheers!

LEIA TAMBÉM:

Copo Lagoinha: vários nomes e uma certeza, está em nossos corações!

Aquele meu amigo que mexe com cerveja!

Como não amar esse pet cervejeiro?

Dicas para beber uma boa cerveja no carnaval! Uma Escola Cervejeira com “E” Maiúsculo